sábado, outubro 16, 2004

Sociedade descartável..

...Cada vez mais tudo a nossa volta se torna descartável.

Confesso que começo a ficar preocupada. As vasilhas de metal e de vidro foram substituídas pelas garrafas e pelas embalagens de plástico. Os lenços de papel vieram para extinguir os de tecido.

…Ou seja, o lema é usar e deitar fora.

Embora seja muito prático, em breve não haverá mais espaço para colocar tanto lixo.

Mas o que preocupa mais é que até as relações começam a ser descartáveis.

Tenho saudades das belas histórias de amor do tempo dos nossos avós, onde ainda havia respeito, amizade, lealdade e fidelidade.

Termos como ficar, dar uma voltar, andar, curtir, ter um caso, aconteceu e amizade colorida, cada vez estão mais na moda, e com tanta cor admito ficar cada vez mais baralhada.

Embora não seja adepta de tanta cor, talvez até haja quem ache piada ao facto de ver a sua lista de “usar e deitar fora” aumentar e comparar o número de elementos com os seus amigos e amigas.

Ao conviver com os verdadeiros coleccionadores e coleccionadoras percebi que por muito divertido que seja beber uns copos e testar a arte de sedução, apenas o vazio e a ressaca os acompanham na noite seguinte.