quinta-feira, maio 12, 2005

As marcas da Tábua..

Provavelmente, já algum amigo vos enviou este e-mail…contudo é sempre bom reflectir sobre a sua mensagem.


Um beijo grande para todos os meus verdadeiros amigos e desculpem-me se preguei pregos na vossa tábua.



"Era uma vez um rapazinho que tinha um temperamento muito explosivo.

Um dia ele recebeu um saco cheio de pregos e uma tábua de madeira. O pai disse-lhe que martelasse um prego na tábua cada vez que perdesse a paciência com alguém.

No primeiro dia o rapaz pregou 37 pregos na tábua. Já nos dias seguintes, enquanto ele ia aprendendo a controlar a sua raiva, o número de pregos martelados por dia foram diminuindo gradualmente. Ele descobriu que dava menos trabalho controlar a sua raiva do que ter que ir todos os dias pregar vários pregos na tábua...
Finalmente chegou o dia em que ele não perdeu a paciência em hora nenhuma.
Ele falou com o pai sobre seu sucesso e sobre como se sentia melhor em não explodir com os outros, e o pai sugeriu que ele retirasse todos os pregos da tábua e que a trouxesse ate ele. O rapaz trouxe então a tábua, já sem os pregos, e entregou-a ao pai.
Ele disse "estás de parabéns, meu filho, mas olha para os
buracos que os pregos deixaram na tábua, ela nunca mais será como antes". Quando falas enquanto estás com raiva, as tuas palavras deixam marcas como essas. Podes enfiar uma faca em alguém e depois retirá-la, mas não importa quantas vezes peças desculpas, a cicatriz ainda continuará lá. Uma agressão verbal é tão violenta como uma agressão física.

Amigos são como jóias raras. Eles fazem-te sorrir e encorajam-te a alcançar o sucesso. Eles emprestam-te o ombro, compartilham os teus momentos de alegria, e tem sempre os seus corações abertos para ti.”


8 Comments:

Blogger Castanheira Maia said...

Eu concordo bastante contigo e faço aqui um acto de culpa por algumas vezes ter sido impulsivo demais.

Os amigos são/deveriam ser como diamantes, eternos.

1:34 da tarde  
Blogger Sandra Filipa said...

Magoei e fui magoada...mas quando existe uma química inexplicável entre duas pessoas..não há nada melhor, do que uma boa conversa depois da tempestade para resolver os atritos e atenuar as cicatrizes...
errar é humano ..agora abusar é que não!!!!!!!!!!!

6:06 da tarde  
Blogger Antonio said...

A Paciência é da maiores virtudes que uma pessoa pode ter...mas quem nunca perdeu a cabeça!?!Há que reparar os erros que muitas vezes cometemos por sermos impulsivos e tentar não cometê-los novamente...mas que melhor professora que não a vida,ela está aí para nos ensinar.
Beijinhux***

9:59 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

È terrivel o sentimento de culpa q fica apos uma discussao, pensamos no porquê de se ter chegado a tal ponto. Mas tb acredito q quando uma grande amizade existe, apesar das marcas q um impulso possa deixar, essa amizade mantem-se e ate em certos casos (embora nos dias de hoje seja dificil) torna-se mais forte.
Uma grande amizade, distingue-se por isso mesmo, pelo facto de apesar de situações desagradaveis acontecerem, saber-se dar a volta por cima.
Temos é q aprender a lidar com os nossos erros e não voltar a repeti-los no futuro, nem q para isso tenhamos de utilizar uma ou varias tabuas...

Gostei do teu blog.
Bjs

12:33 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

As palavras têm essa magia, de nos embalar em sonhos e de nos magoar, de nos magoar tão forte que por vezes as marcas perduram em pequenos pormenores por tempos de que se acaba por perder memória...
E os amigos, os verdadeiros amigos :) como a vida tem sentido com eles, como tudo se torna mais bonito por os termos em viagem no nosso peito, que resplandece dum brilho indescrítivel, que é impossível substituir...

Um beijinho grande. Gosto da intensidade com que pareces sentir as coisas.

12:59 da tarde  
Blogger vero said...

procurar manter uma tábua sem buracos é uma tarefa que parece ser difícil de se conseguir concretizar. Porém mesmo que que por vezes cometamos os nossos erros devemos procurar atenuar esse "buraco" que ficou...errar sem intenção de o fazer é humano e corajoso é aquele que consegue esbater isso mesmo...
Quando vale a pena, o amor a amizade, o carinho, o companheirismo...tudo perdoa ;)

Espero nunca deixar buracos na tua tábua...
Fica bem
vero*

10:19 da manhã  
Blogger Sandra Filipa said...

"Desculpamos na medida em que amamos."

La Rochefoucauld

1:38 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

As narcas podem ficar mas se somos smigos perdoamos e nem lembramos mais quem fez o ocorrido.

2:25 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home