domingo, maio 22, 2005

O pedido...

Por vezes fico parva, com a atitude de certas pessoas.

Algum tempo atrás, alguém me disse que tinha uma certa tendência natural para magoar as pessoas de quem mais gostava. Penso que não se magoa quem nós gostamos, mas sim quem gosta de nós e a quem de certa forma dizemos alguma coisa a nível afectivo.

Por vezes esperamos demasiado das pessoas. Imaginamos que elas estão disponíveis para nos ajudar, tal como nós estamos sempre dispostos a ajudar, sempre que podemos ser úteis.

Há momentos atrás, fiz um pedido a alguém, que julgo em nada ser extraordinário.

A verdade é que o meu mundo caiu, quando do outro lado, recebi como resposta, um frio “não sei”.

Como é possível…

Quando minutos depois, fiz o mesmo pedido a outra pessoa, que me conhece há muito menos tempo, que nunca conviveu comigo, que nunca me pediu o meu auxílio …me responde simplesmente…”para quando precisas?”

Por vezes, é com pequenos exemplos destes….que questiono algumas amizades…

Como é possível…dar tudo.. e receber um “não sei” em troca…era preferível…ouvir um redondo "não"…..

Começo a pensar, que dou demasiado de mim…e espero o mesmo dos outros….


7 Comments:

Blogger Sandra Filipa said...

..a verdade é que embora tenha ficado meia parva com a resposta, já nada me afecta..a vida é mesmo assim...é apenas mais uma situação da vida real...

5:34 da tarde  
Anonymous G* said...

Oi Sandra, qdo li este teu post foi como rever excertos da minha vida.Durante a minha relaçao foi o prato do dia..dar..dar..dar e receber...nem por isso. Custa mto ouvir um não sei ou um nao de alguem em quem confiamos em quem amamos,mas é como tu dizes, é dessas pessoas de quem esperamos mto q por vezes nada obtemos..
A VIDA REAL!...VISTA e REVISTA!
Enfim.

N te deixes abater, pq de certeza cedo ou tarde essa pessoa vai precisar de ti e aí... saberás q atitude tomar.
Fica bem.

11:52 da tarde  
Blogger Sandra Filipa said...

oi g*..apenas te queria dizer que não estou abatida..mas de qualquer forma fico grata pelas tuas palavras..
neste caso, acho que me precipitei um pouco, porque comunicar pelo Messenger, também tem o que se lhe diga..sem contar que por vezes as pessoas dão respostas a brincar..quando nós estamos a falar a sério..
mas o que se pode fazer..por vezes já não é defeito...é feitio.

jinhos* e até á próxima...

3:00 da manhã  
Blogger Sandra Filipa said...

Errata no 2º comentário...

onde diz g* deveria aparecer G*

jinhos* ;)

3:07 da manhã  
Blogger soperia said...

ola miuda! já muitas vzes senti akilo de que falas. Por isso sabiamente, um dia alguém disse: p vezes as pessoas de quem menos esperamos algo são akelas que mais nos surpreendem...

de qq forma, não conhecia este teu discurso tão na primeira pessoa;)

continua... beijinho gde

1:49 da tarde  
Blogger Antonio said...

Não existe maior desilusão para mim,quando damos tudo a uma pessoa e não existe reciprocidade.Mas são momentos como este(desilusões,ingratidões...)onde constatamos que o ser humano muitas vezes nos magoam,e nós nunca devemos guardar rancor nem mágoas,porque esses sentimentos só nos prejudicam.Apesar disso,são experiências que adquirimos ao longo da nossa vida,e por isso nos tornam pessoas"melhores".

4:11 da tarde  
Anonymous Sandra M. said...

Pois é amiga, é duro nós ouvir-mos um "não sei " tão seco!Quase que adivinhava donde vem essa vontade toda,mas enfim...
Olha eu que tantas vezes ouvi isso e me deixei afectar com tais palavras, aprendi que só devemos dar importância a determinadas coisas e/ou situações se realmente são muito importantes.
Muita força AMIGA

jitos

8:36 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home